CÍRCULO CROMÁTICO AJUDADOR

A forma como a gente coordena cores transmite mensagens importantes de estilo, e a forma como a gente escolhe usar essas coordenações diz muito sobre a nossa personalidade. Sabia?!? :)

Um auxílio-amigo na hora de coordenar cores é o círculo cromático − como um arco-íris com pontas emendadas, fatiado ao meio no sentido transversal. É legal pensar não só nas cores que a gente consegue ver no círculo cromático (tem um lindão aqui pra imprimir e colar na porta do armário), mas em todas as tonalidades que “cabem” dentro de cada cor − desde os mais claros aos mais escuros, dos mais vivos aos mais opacos. Como se cada cor rendesse toda uma família de tonalidades.

Então é possível fazer coordenações monocromáticas (usando tons diferentes de uma mesma cor, por exemplo), coordenar cores complementares (que ficam umas de frente para as outras no círculo, tipo vermelho e azul) e também cores análogas (que ficam dos dois lados de cada “família”, como azul e roxo e verde-azulado). Cores “em tríade” (separadas pela mesma distância no círculo) também funcionam bem juntas, tipo amarelo, azul e vermelho. E com o círculo servindo de direção não tem como escorregar (nem dá medo de experimentar coisas novas!).

COORDENAÇÕES MONOCROMÁTICAS
São as coordenações de peças em uma cor só dos pés à cabeça, ou em tom-sobre-tom, sem contraste ou quebra de cor. Acontece também com cores diferentes em um mesmo tom ou com cores iguais em tons diferentes. Essa é a coordenação que mais alonga silhuetas! É também o tipo de coordenação que garante mensagens de elegância e refinamento a todo look, mesmo os mais informais. Coordenações mono-cromáticas demandam uso esperto de texturas, formas, comprimentos e acessórios para o look não ficar monótono ou com cara de velha.

COORDENAÇÕES DE CORES ANÁLOGAS
Cores análogas são vizinhas no círculo cromático e, por serem tão próximas, rendem pouco contraste quando usadas juntas, porque elas têm pigmentos muito próximos nas suas composições. Essas coordenações transmitem mensagem elegante, mas bem mais jovial e original que as monocromáticas.

COORDENAÇÕES DE CORES COMPLEMENTARES
As cores opostas no círculo cromático são as complementares. Criam altos contrastes quando usadas juntas e transmitem mensagens de informalidade, ousadia e criatividade. Essas coordenações são sempre impactantes e funcionam também em “tríade”, com cores separadas pela mesma distância no círculo.

COORDENAÇÕES ENTRE TONS NEUTROS
Coordenações de tons neutros com neutros não chamam superatenção e carregam em si mensagens de discrição e de elegância. E não precisa ser básico para ser neutro: dá para criar coordenações superoriginais só juntando dois ou mais tons neutros, podendo render alto contraste (cinza-chumbo e creme) ou baixo contraste (cinza e bege/marinho e vinho).

Sacada boa é usufruir dos neutros com outros neutros − e separar o preto do branco. Tipo, preto e branco está fácil, todo mundo já faz (alô, look garçom). Mais legal é juntar marrom e cinza, vinho e marinho, marinho e preto, marrom e vinho, bege e branco, bege e cinza, roxão e marinho e seguir nesse caminho − moldando quantidades e proporções de cada tom de acordo com a personalidade que se tem!

COORDENAÇÕES ENTRE “CORES COLORIDAS”
São as coordenações mais informais e descontraídas de todas, mesmo quando feitas em looks formais, com tecidos sofisticados −, mas também são entendidas como destemidas (seguras!), livres (liberdade!) e criativas. Vale coordenar cores coloridas em tons mais claros ou mais escuros, com alto contraste ou baixo contraste, em tons mais quentes ou mais frios − mesmo tons coloridos mais vivos ou mais opacos. Coerência entre temperatura, intensidade e valor é a chave para fazer muitas cores coloridas funcionarem juntas. E, por mais que agora seja a hora do color blocking, coordenar blocos de cores é truque de styling atemporal, dos mais fáceis (e baratos!) que a gente pode exercitar no dia a dia. Fica a dica. :)

COORDENAÇÕES COM PONTOS DE COR E CONTRASTE
A linearidade de determinada coordenação de cores pode ser quebrada e interrompida sem grandes esforços (e com algum charme!) com o uso de pequenos pontos de cor e contraste. Em looks neutros, cores em acessórios, detalhes ou maquiagem acrescentam alegria, jovialidade, maleabilidade. Em looks supercoloridos, neutros sóbrios garantem uma pitada de confiabilidade, discrição, aconchego. Vale também para looks em tons frios com pontos de tons quentes e vice-versa, assim como looks em tons claros com pontos superescuros (e vice-versa de novo).

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3