ENTREVISTA DE EMPREGO NO MUNDO DA MODA

Tempos atrás uma leitora pediu um post com direção do que usar numa entrevista de emprego — mas não uma entrevista pra qualquer emprego… um emprego no mundo da moda! A gente juntou nossa experiência como consultoras de estilo aos conselhos e direções que buscou ouvir de de Paulo Martinez, Manu Carvalho, Gloria Kalil, Adriana Yoshida e Erika Palomino e olha: eles disseram coisas que valem não só pro trabalho mas também pra vida.

(post original de fevereiro de 2010, revisto e atualizado: o tempo se diverte quando a gente voa, né?)

o que vestir, como se preparar e como ter sucesso numa entrevista de emprego no mundo da moda (spoiler: tem a ver com questionamento e autenticidade)

PRÉ-PESQUISA

Vale “estudar” o lugar em que se quer trabalhar e identificar suas características mais marcantes. Por exemplo, os perfis do FFW e do site da Lilian Pacce são bem diferentes — legal então é perceber o que cada ‘empregador’ pode ter de clássico, de moderno, de jovem, de elegante…, e então incorporar valores da empresa no próprio vestir (com a nossa própria cara de usar cada um desses valores: autenticidade é sempre tendência).

SE VESTIR PRO TRABALHO

Pro trabalho mesmo, de todo dia, e não só pra entrevista! Lá vem uma experiência pessoal, ó: minha 1ª entrevista de emprego em moda rolou 2 meses depois de eu me formar em Direito. Eu fui encontrar a figurinista com quem queria trabalhar (como assitente de produção de filmes publicitários) vestindo calça social preta, camisa de botão e escarpin baixinho de bico fino :) e a primeira coisa que a figurinista me perguntou era se eu sabia com o que ia trabalhar, porque né, não parecia (tadinha!). Se eu fosse de jeans, camiseta confortável e tênis/sapatilha — peças que têm mais a ver com as funções que eu tinha que desempenhar — provavelmente minha entrevista teria rolado menos tensa. Beijos, Fê. ;-)

INFORMAÇÃO DE MODA

É a indústria mais visual de todas, não? Vestir alguma coisa que tenha muito a ver com a gente mesma e que ainda tenha alguma informação de moda é imbatível. Quem entrevista saca se o look tá bacana pro tipo físico, se tem harmonia em cores, se tem coordenação interessante de proporções e, mais legal de tudo, pode identificar truques de estilo saídos da passarela e adaptados pra vida real! E nem precisa ser extravagante demais (entrevista de emprego é ocasião de look discreto, mesmo em moda), uma interessância num detalhe bacana que se destaque já é suficiente: autenticidade e atualidade!

QUALIDADE, ATENÇÃO E ORGANIZAÇÃO SÃO METÁFORAS

Tecido natural, couro bem cuidado e acabamento precisoso pode significar mais do que atenção ao que se veste. Quem procura qualidade transmite idéia de querer entregar qualidade no trabalho que faz, de primar pelo melhor. Maquiagem leve dá sensação de atenção consigo mesmo nas sutilezas — e por consequência isso também pode ser entendido como um valor profissional. E quem usa bolsa estufada ou demora pra achar o celular quando ele toca pode passar uma impressão de bagunça, de falta de controle, de desorganização. Sabe como? “Gente da moda” sabe decifrar esses códigos!

MAIS PESQUISA

E tempos de redes sociais frenéticas e super expostas, vale pesquisar o perfil de quem vai fazer a entrevista pra procurar coisas em comum com a gente — que possam ser traduzidas em detalhes ou acessórios, e talvez render conversa boa por conta disso!  Tipo se o um editor de site e a candidata que ele vai entrevistar amam praia, pode ser legal usar estampas floridas e solares que já estão no seu armário (haha). Oooou, se a editora da revista, assim como sua possível futura funcionária, também é fã da banda The Killers, porque não usar jaquetas legais com ombros marcados como num figurino do vocalista?

É MELHOR SER VOCÊ DO QUE SER FASHION

Profissionais da moda sabem “ler” looks. Não é porque a entrevista é com eles que todo mundo tem que se fantasiar de ‘fashion’: o que a gente usa todo dia pode ser uma boa direção do que não fazer. Se todo dia a maquiagem ideal é blush + rímel, por que usar sombra colorida em dois tons na entrevista? Se no dia-a-dia o vestidinho super funciona, porque na entrevista investir em sobreposições esdrúxulas? A gente impressiona mais quando tem segurança e auto-confiança, pode acreditar! \o/

SE VOCÊ QUER TRABALHAR COM MODA, SEJA CHIQUE

E esse chique não tá relacionado com roupas ou looks, tá relacionado com a vida que se tem. A gente pode ser “outdoor das próprias idéias”, e quem estuda (muito) tem mais e mais idéias né. Mais: pra se destacar (em qualquer circuito) não é preciso diminuir a outra ou tentar se aumentar — é preciso questionar, refletir, desenvolver opinião: educação, empatia e foco no trabalho fazem toda diferença. A gente tem que começar de algum jeito nesse mundo da moda, né, e humildade é chave de ouro pra todo aprendizado. “O importante não é ter a bolsa certa, mas a atitude certa”.

+ QUER TRABALHAR COMO PERSONAL STYLIST?
+ COMO CONSTRUIR UM GUARDA-ROUPA INTELIGENTE

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3