GUIA CONSCIENTE DE COMPRAS ONLINE

É muito possível comprar com consciência via internet, viu! Dá trabalho e é pras fortes, pra quem topa assumir responsabilidade em todos os níveis da compra. Mas compensa :) e pode dar menos errado e render satisfação prolongada no guarda-roupa com esse nosso passo-a-passo aqui, ó.

É muito possível comprar com consciência via internet :) e pode dar menos errado e render satisfação prolongada no guarda-roupa com esse nosso passo-a-passo aqui, ó.

 PREPARO
Antes mesmo de sentar em frente ao computador ou trazer o tablet pro colinho, a gente pode:

_dar aquela olhada no armário pra mapear cores (tem mais neutras ou mais coloridas? mais claras ou mais escuras?);
_mapear também quantidades de partes de cima e de baixo (levando em consideração as de trabalho e de lazer, de balada, de ficar em casa, etc);
_ter uma anotação com medidas: as mais úteis são altura (pra comparar com a da modelo nas fotos dos sites e tentar prever alturas de barras), circunferência de peito, de cintura e de quadril, largura dos ombros, comprimentos dos braços (pra comparar com os comprimentos de mangas).

De saída a gente garante: consumo consicente é o que FAZ A DIFERENÇA nas nossas vidas. Então é natural que o que a gente menos tenha (tipos de cores que a gente tem menos, tipos de peças que a gente ainda nem tem…) seja o que pode mais fazer render o que a gente já tem, dando cara nova às nossas coisas mais antigas.

PESQUISA
Daí, com algum foco, é possível selecionar umas 4 lojas online legais pro que se pretende encontrar: as que tão mais perto da gente (na mesma cidade, no mesmo estado, em estado vizinho, no mesmo país), as que tem política de troca mais tudo-a-ver com a gente (busca a troca em casa? tem que levar no correio? facilita o envio, paga o envio? tá fácil encontrar um número de telefone pra ligar lá?), as que tem o tipo de entrega que a gente prefere (tem entrega facilitada em menos dias? tem fretes mais em conta?).

E então, com esses 4 sites abertos, a gente dá aquela repassada marota nas novidades de cada um :) pra então clicar nas seções de peças específicas — tamos atrás de blusas? de saias? de calças? de sapatos? A idéia é especificar tanto quanto possível a nossa pesquisa, e assim facilitar a seleção. Vale já passar tudo no filtro da numeração/do tamanho e do preço (a gente aqui ama muito o filtro que mostra as peças na ordem baratinha pra mais cara).

SELEÇÃO
A essa altura a quantidade de peças disponíveis pra gente avaliar já é bem menor que a que os sites disponibilizam no geral (UFA!). No passeio pelas peças, já pode abrir em outras abas as peças que tem valor ok pro nosso orçamento, as que tem a ver com as direções de estilo que a gente delineou na etapa de preparo, as que parecem ser super ótimas assim à primeira vista. Daí vale avaliar pra cada grupo de peças:

_de que material as peças são feitas? quais são de tecidos naturais e tecidos sintéticos? quais valem o preço, pensando nisso?
_demanda uma manutenção que caiba no meu estilo de vida? vou conseguir lidar com a lavagem demandada?
_tá bonito na modelo? o caimento tea bacana? as medidas da peça batem com as minhas medidas (com uma folga)?
_era isso mesmo o que eu queria? eu preciso disso?

DEFINIÇÃO
Com umas 3 peças finalistas pra definir, vale re-lembrar o que se tem no guarda-roupa e pensar em possibilidades variadas de uso (a gente aqui gosta de pensar pelo menos 3 looks diferentes com a mesma peça). Se a peça não rende essas 3 possibilidades, tá muito fora da seleção, né?

COMPRA
A gente nunca, em circunstância alguma, compra

_o que não ama,
_o que não vai usar (ou não tem função clara),
_o que já tem (alô duplinhas).

Né?

Daí é clicar, pagar e acompanhar os emails de confirmação e envio. E quando chegar a compra, é bom conter a ansiedade e abrir a embalagem com cuidado, sem estraçalhar o pacote — se for o caso de devolver, muitas vezes a gente re-envia a mercadoria na mesma caixa que recebeu. Bom também experimentar no primeiro momento pós-recebimento, pra não correr o risco de perder prazos de devolução (que geralmente são de 7 dias a partir da entrega).

((Comprar online funciona melhor com quem tem facilidade de desapegar: a gente quer muito alguma coisa, faz todo esse processo aqui pra pesquisar, selecionar, etc… e quando chega, eventualmente não dá certo mesmo. É a vida, fazer o quê? Desapegar, mandar de volta, esperar o estorno no cartão. Com maturidade, com serenidade, que ninguém vai deixar de ser feliz por isso.))

FEEDBACK
Com experiência boa ou ruim, é legal mandar email pra loja online e contar como foi, dizer o que foi mais legal e o que pode melhorar. Essa é uma modalidade super nova de consumir, e a gente pode assumir responsabilidade por moldar um mercado mais legal a partir da nossa própria experiência.

A gente aqui sempre manda email pedindo ajuda quando o site não disponibiliza informação de procedência das peças (produzido na China? em Bangladesh?), quando tem dúvida sobre numeração (às vezes as medidas de uma numeração parecem bem menores ou bem maiores do que o comum… a gente escreve pra perguntar se a modelagem é propositalmente pequenina ou maiorzona), quando o material tem um nome fantasia (“tecido alfaiataria”, “toque de seda”), quando tem dúvida sobre prazo de entrega (quando clientes precisam receber algo pra levar em malas de viagem, por exemplo, a gente se certifica dos prazos de empacotamento e encaminhamento pro correio).

UM SICERÃO PRA TERMINAR
A gente aqui na Oficina entende que consumo consciente significa comprar o essencial, escolhendo com clareza onde (e no que) deixar o dindin gasto, com propósito de uso/versatilização, com disposição manter e fazer durar.

Essas direções já tão mapeadas por quem se propõe a estudar o próprio guarda-roupa, quem procura ter clareza de vontades (quem sabe o que quer sentir e como quer se parecer) — e por isso mesmo busca informação de moda pra fazer na prática isso acontecer — seja aqui no nosso blog ou com o nosso livro <3 ou em tantas outras ótimas referências disponíveis hoje (se liga no nosso blogroll!).

A gente também tem levado em consideração não só o que é bom pra gente, mas o que não é ruim nem pra outros serzinhos humanos e nem pro mundo. Ética + estética, sabe como? Tamos estudando materiais e processos que não inviabilizam reuso e que não reforçam escassez de recursos; tamos ligadas no app ModaLivre (pra iphone e pra Android) pra saber quem repassa o nosso dinheiro pros funicionários e quem lucra às custas de sofrimento, tamos preferindo escolher o que é atemporal e pode durar muuuitas temporadas no GR sem datar.

Ó que tem mais info pra quem mais quiser estudar junto com a gente!

+ não faça gastos, faça as coisas gastarem
+ por que não comprar roupas de fast-fashion feitas na China
+ não adianta mudar de marca, você precisa mudar a sua lógica de consumo
+ lista de algumas marcas que a gente aqui na Oficina curte (e das que a gente evita)

+ COMO CONSTRUIR UM GUARDA-ROUPA INTELIGENTE
+COMO TRABALHAR COMO PERSONAL STYLIST

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3