IMAGINA SÓ TER O QUE SE AMA!

Imagina que revolução seria se a gente resolvesse só ter no armário o que realmente AMA? Se a gente se obrigasse a SÓ comprar o que é muito muito muito legal — e usar muito tudo que tem, todos os dias da vida? Desapegar do que não tem por quê estar no armário e ser inteligente tendo poucas mas boas/amadas peças?

imagina que revolucionário ter um guarda-roupa só com o que a gente AMA usar! é possível, ó:  http://www.oficinadeestilo.com.br/blog/imagina-so-ter-o-que-se-ama/

Na prática a gente tem muito mais do que usa, e muita coisa que ((nhééé)) não curte tanto assim… o que é uma loucura, gente. Uma loucura! O que a gente tem de mais incrível é o que tem que acompanhar a gente todo dia — não tem essa de “isso é pra uma ocasião especial” ou “vou usar pouco pra não estragar” – A VIDA ESTÁ ACONTECENDO e não tem rascunho pra depois passar a limpo. É agora e pronto: todo dia é especial e a gente merece, não merece?

Abrir mão do que não funciona e do que a gente não gosta (!!!), que fica parado ocupando espaço no armário + atrapalhando a gente de enxergar o que pode render, é um bem que a gente faz pra gente mesma. Só dá pra usar tudo que se tem com quantidades humanas, razoáveis — quantidades extraordinárias de roupa encalhada não fazem ninguém estar feliz consigo mesma, obstruem a fluência de criatividade.

E mais: focar no que a gente tem de bom (em si mesma, no armário, no que pode vir da loja com a gente pra casa) faz com que a gente se aproprie disso, abrace nossa essência — quem a gente é e as escolhas que faz! — e olha, o resultado é que a gente se pega menos em imperfeições, em pequenos contratempos, em tropeços que perdem importância diante de tanta eficácia, tanta lindeza!

Experimenta ser sincera consigo mesma e seleciona no seu armário SOMENTE O QUE AMA e o que funciona com pelo menos 3 outras peças que você já tem. Põe o resto numa malona lá no alto do armário e vê se dá pra viver por uma ou duas semanas com o que ficou. A gente acha que ce pode se arrumar em menos tempo, com mais gosto, que ce pode sentir o seu dinheiro valendo mais e que – muito provavelmente – quando fizer compras de novo vai ficar orgulhosa de si por consumir menos e melhor.

01 spolier: quando a gente cuida de prestar atenção na gente mesma, a gente presta menos atenção nos outros/nas outras. E sobra energia de carinho e compartilhamento, enquanto vai faltando energia de julgamento e comparação. ;-)

NOSSA NEWSLETTER SEMANAL chega aí no seu email com mais questionamentos, facilitadores de vida e idéias práticas sobre estilo pessoal e consumo consciente. ASSINA PRA RECEBER!

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3