COMO CALCULAR CUSTO-BENEFÍCIO NA MODA

Faz parte do treinamento das nossas clientes de consultoria de estilo pensar no custo-benefício do que a gente vai comprar, antes de comprar qualquer coisa — pra fazer valer o valor gasto e pra ter certeza de que a compra vai render tudo que tem pra render nos nossos armários! Então vale pensar em estilo de vida/rotina e em usos possíveis pra ‘calcular’ quanto é esperto gastar em cada tipo de roupa. Tipo:

-se a gente trabalha 5 dias por semana,
-faz baladinhas 2 vezes por semana (ó que muito! #véias),
-tem um casamento ou uma festona 3 vezes por ano,
-faz ginástica 3 vezes por semana (ahãm, rs),
-e, por exemplo, tem 2 programinhas bacanas, de dia mesmo, a cada fim de semana,

então a vida ficaria “dividida” assim:

como fazer valer o valor gasto e pra ter certeza de que a compra vai render tudo que tem pra render nos nossos armários!

Vê só: vale a pena gastar valores equivalentes às quantidades de uso de cada roupa! Que quanto mais a gente usa uma peça, mais ela vale o que a gente pagou por ela — e é assim que a gente aqui na Oficina ensina clientes de consultoria de estilo a calcular a relação custo x benefício do que se leva pro guarda-roupa.

Essa conta é ótima pra lembrar que não vale tanto a pena gastar horrores naquele vestido longo pra ir à formatura da amiga: é bem mais inteligente gastar no que a gente usa todo dia, durante bem mais tempo, pra trabalhar! E procurar alternativas de uso no lugar de consumo: pegar emprestado, alugar, usufruir de um guarda-roupa coletivo, trocar, ser criativa!

Ó um exemplo (simplão mas válido):

-R$ 450,00 numa calça de alfaiataria em material natural pro trabalho, usada 30 vezes no período de um ano: R$ 15 por uso;
-R$ 450,00 num vestido de couro lindo pra uma baladinha mais arrumada, usado 6 vezes no período de um ano: R$ 75 por uso.

A calça sai mais barata do que o vestido, tão vendo?

Raciocinar custo-benefício tem também um efeito afetivo: o que mais toca a gente na vida é a roupa que a gente veste — mais que namorado, mais que marido, mais que filho ou amigas… — então é um super carinho escolher o melhor que o nosso dinheiro puder pagar. Faz a sua conta e depois conta se não valeu! =)

+ como avaliar qualidade na roupa
+ cuidados pra fazer a roupa durar
+ ter menos, melhor e mais de perto

QUER TRABALHAR COMO PERSONAL STYLIST?
COMO CONSTRUIR UM GUARDA-ROUPA INTELIGENTE

(esse post foi originalmente escrito em janeiro de 2009 — o tempo se diverte quando a gente voa, hein?)

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3