Os anos 70… hoje!

Diz aí se toda vez que alguém fala de ‘moda dos anos 70’ você não pensa apenas em hippies e símbolos de paz e amor? Acontece que os anos 70 não foram feitos só disso. Além do movimento hippie, a moda também deu lugar ao bohemian e ao glam rock (oi Bowie, oi The Runaways!), por exemplo. De fato, meio que pela primeira vez não existiu só UMA moda, UM estilo que reinasse. As individualidades passaram a ser muito mais valorizadas, ao invés de todo mundo seguir uma mesma cartilha.

A moda agora tá resgatando inspiração dessa década, de quando o que tava sendo usando na rua vai para as passarelas . Foi nos anos 70 que a mulher da vida real começou a ser representada na moda – quando clamaram por direitos iguais, por postos de trabalho, por liberdade sexual. Isso foi traduzido para roupas numa postura que misturava feminilidade com uma “fantasia” de homem. Dá pra visualizar essa imagem com referências da Diane Keaton em Annie Hall, filme do Woody Allen, ou da Diana Christensen em “Rede de Intrigas”.

Daí a gente dá um pote de ouro pra essas donas e elas viram a mulher Yves Saint-Laurent, que passa as noites no Studio 54 (uma das boates da época mais famosas e icônicas de NY), vive as férias de verão em Marrakesh, abusa de color-blocking e de uma sensualidade muito, muito sofisticada. Conhecem da personagem de Jodie Foster em Taxi Driver? Ela tem muito dessa estética, e aquele outro filme “Boogie Nights” também. Pronto, são essas mulheres que definem o conceito de anos 70 que a gente tá vendo hoje.

Esperto então é atualizar a imagem dessa década da mulher batalhadora (tipo Annie Hall) e da mulher festeira (tipo a do Studio 54) promovendo o encontro entre elas duas. Os elementos mais marcantes de um e de outro look podem estar, hoje, juntos nos looks que a gente coordena: paletó com brilho, vestidos leves com complementos de escritório (oi bolsas tipo pastinha),peças leves/esvoaçantes por baixo do terninho, coletes longos na balada, jeans com bocas largas no trabalho. Roupa cheia de informação preciosa e inteligente, que passa uma mensagem tipo aquela música “a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte!”.

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3