SOFISTICADORES INSTANTÂNEOS DE LOOK

Quando acontece da gente ter mudança na carreira ou na idade ou no lugar onde a gente mora, certamente nosso guarda-roupa demanda mudaças também — roupa tem que acompanhar a vida de quem usa, né? Muito natural na medida em que a gente vai amadurencendo, crescendo em produção/entrega profissional: ninguém deixa de ser quem é, a gente continua com gosto semelhante, preferências semelhantes… mas eventualmente surge essa vontade de sofisticar. Boa notícia é que é possível, com conhecimento e disposição, manipular elementos visuais que “elegantizem” o look — sem precisar fazer compras ou mudanças radicais. Ó que essas direções aqui podem ser customizadas e personalizadas pra acontecer em todo tipo de guarda-roupa!

PESCOÇO ALONGADO EM DECOTES ABERTOS
Não só pescoço, mas pulsos e tornozelos à mostra sempre acrescentam um toque sofisticado à aparência: partes do corpo mais fininhas à mostra criam sensação de uma figura toda mais afinada/alongada, e figura mais alongada sempre parece mais elegante (pensa em garças, flamingos!). E pra complementar a gente tem aqui no blog toda uma lista de ilusões de ótica que alongam silhueta, clica pra ver.

VISUAL SEM QUEBRA DE COR NA CINTURA
Mesma idéia dessa primeira direção aqui em cima: quanto mais alongada a silhueta parecer, mais sofisticada a aparência inteira também parece. A gente coordena looks sem quebra de cor na cintura quando usa partes de baixo e de cima do look com cores que tenham características semelhantes (tudo claro, tudo médio, tudo escuro, tudo super opaco, tudo super intenso-brilhante…), ou quando junta peças nas mesmíssimas cores, ou em cores diferentes com tonalidades semelhantes — sem criar dois blocos “distintos” e separados na silhueta, sabe como?

TRÊS CORES (NO MÁXIMO) POR LOOK
Quanto mais cores num look, mais informal ele fica. Esse é o mandamento que tem efeito mais imediato na hora de sofisticar um guarda-roupa, especialmente nos looks profissionais. Bom pra quem quer dar essa “elegantizada” é manter três cores no máximo por look — e se a maior parte da coordenação tiver cores neutras e calmas (apenas com pontos de cor colorida ou vibrante), a mensagem é transmitida com ainda mais eficácia (ó uma fórmula boa logo aqui embaixo).

CORES NEUTRAS NA ROUPA, COLORIDAS NOS ACESSÓRIOS
Mais de coordenações que sofisticam: na hora de selecionar as três cores, a gente pode dar preferência à peças de roupa em cores neutras pra deixar as cores coloridas pros acessórios que usar (coordenações de neutras com neutras são sempre uma pedida elegantona). Assim as cores coloridas marcam presença e alegram o look, mas em “pequenas doses” — equilibrando mensagens e comunicando jovialidade, frescor, flexibilidade.

UMA ESTAMPA OU UMA TEXTURA POR VEZ
Estampas e texturas são “informalizadores” de look. Então, quanto mais estampas e texturas num visual, mais informal -e menos sofisticado- ele pode ficar. Quando o look tiver textura ou estampa elas podem ser o ponto de partida pra coordenar todo o resto, com tudo mais liso e neutro na composição!

TRÊS PECAS EM CADA LOOK
A gente continua achando que look com uma terceira peça como complemento é sempre mais elegante e sofisticado do que looks mais simples. Dá chance de coordenar cores com inteligência, selecionar estampas e texturas pra acrescentar maturidade, incrementa pra fazer o nosso look lembrar o terno dos rapazes. Clica aqui pra conhecer mil jeitos de acrescentar a terceira peça ao look — no calor e no frio, no ambiente mais arrumadão ou mesmo no mais informal.

BLING-BLING NOS ACESSÓRIOS
Materiais lustrosos nos acessórios, assim só em pequenas porções, tiram a linearidade do look-geralmente-opaco de trabalho — e podem incrementar o visual com gotinhas de glamour sem que a gente fique com “cara de festa”. Vale pensar em colar pulseira anel brinco em metais dourados e prateados, sapatos e bolsas de verniz, broches com cristais ou formas em acrílico, cintos que tenham fivelas metalizadas, pedras translúcidas e mais. (Clica pra uma tabelona de materiais variados e possíveis coordenações entre eles!)

CAIMENTO SOLTO SEM GRUDAR NA PELE
Essencial pra parecer elegante é não parecer apertada, desconfortável ou mesmo não parecer mais sensual do que um ambiente profissional comporta que a gente seja. O caimento de tudo que a gente usa (pra trabalhar) pode seguir a silhueta e definir formas, mas sem grudar na pele, sem que a gente chame mais atenção do que a nossa entrega profissional. Jóinha?

MATERIAIS DE QUALIDADE
Outro essencial: não adianta a gente querer sofisticar e usar materiais dos mais informais do universo (tem um monte de direções sobre acessórios, em especial, aqui, clica!). E material de qualidade não significa material caro — significa o melhor material que o nosso orçamento pode comprar, bem conservadíssimo inclusive.

PERSONALIDADE NO LOOK (e no modo de usar essas sugestões!)
Uma listona dessa serve pra informar, pra dar conhecimento prático prontinho pra ser usado — e pra ser usada como exercício, com a cara de quem usa, identificando em quaisquer guarda-roupas os elementos sugeridos aqui pra fazer o exercício acontecer. Essa listona não quer deixar ninguém com cara de mais séria, nem de quadrada/antiquada, nem quer moldar ou engessar o vestir. A gente entende que é possível adaptar essas direções pra profissões diferentes e que tem também (MUITO!) como compensar uma sugestão com outra, devagarzinho, experimentando.

E MAIS:
Lista de fórmulas boas da Oficina de Estilo
Profissional mas não careta!
Direções pra se sentir mais leve visualmente (emagrecedores)
Amadurecendo o look (parecendo mais velha), mas nem tanto!
Idéias práticas pra coordenar cores com criatividade

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3