“VOCÊ NÃO TEM QUE SER BONITA”

“Pode ser esquisito ouvir isso de uma pessoa que escreve sobre roupas legais (praticamente) todo dia, mas: Você Não Tem Que Ser Bonita. Ser bonita não é algo que você deva a ninguém. Não deve ao seu namorado, marido, companheiro, não deve aos seus colegas de trabalho e, sobretudo, não deve a desconhecidos na rua. Você não deve isso a sua mãe, aos seus filhos ou à civilização de modo geral. Beleza não é um aluguel que você paga por ocupar um espaço no mundo delimitado como ‘feminino’.

Não estamos dizendo aqui que você não POSSA ser bonita se quiser. (Em outras palavras, abdicar da beleza também não é algo que você deva ao feminismo). A beleza é uma coisa prazerosa, divertida, é algo que satisfaz e que faz as pessoas rirem, frequentemente de você. Mas, numa escala de importância, a beleza fica vários degraus abaixo da felicidade, muito abaixo da saúde e, se levada como uma penitência ou como uma obrigação, passa longe da independência e você vai ter que esfregar os olhos para enxergá-la em meio à neblina.

A beleza, essa é uma triste verdade, pode ter prazo de validade. Ela é tão apegada à juventude que uma hora (se tiver sorte) você terá de se formar na escolinha da beleza. Às vezes, como aconteceu com Diana Vreeland, você supera tanto a beleza que, antes que perceba, termina alcançando o estilo, ou quem sabe até um estilo único, marcante, pessoal. Mas você não vai chegar lá se seguir todas as placas que dizem ‘esse é o caminho da beleza’. Só se chega lá trilhando o caminho que a gente achar mais interessante (e que se danem os do contra que disserem: ‘mas isso não é BONITO!’).”

((Tradução de trecho de post do blog A Dress a Day indicado pra gente tempos atrás pela Flavia Stefani— o texto na íntegra e em inglês tá aqui!))

*Juliana Cunha é jornalista e colaboradora do blog da Oficina de Estilo, que sorte a nossa :) ce pode ler outros textos dela pra Oficina aqui — e os textos autorais dela no Já Matei Por Menos, ó!

 

Oficina de Estilo no seu email
IDÉIAS PRÁTICAS PRA FACILITAR O VESTIR!
  • e comprar menos e melhor
  • e se arrumar em menos tempo
  • e se sentir linda e autêntica com o que tem no guarda-roupa
  • e exercitar criatividade e se sentir empoderada <3