OS 4 COMPROMISSOS (NA CONSULTORIA DE ESTILO)

 

A gente recomenda fortemente comprar, ler, reler e consultar Os Quatro Compromissos -- em especial pra quem trabalha com consultoria de estilo (ou quer trabalhar). Cada cliente/experiência nova que a gente vive depois dessa leitura faz com que a gente alcance cada um dos compromissos com um pouco mais de abrangência (alô consciência expandindo!). Entender essa proposta e estar disposta a exercitar os compromissos não só melhora nossa experiência humana nessa terra :) mas também ajuda DEMAIS o nosso trabalho de consultoria. Aqui vai um resumão pra animar geral a se aprofundar porque olha, vale a pena demais. Os quatro compromissos são:

seja impecável com a sua palavra

no sentido de ser íntegra, de assumir integridade em tudo = falar, sentir, pensar e fazer as mesmas coisas, tentando alinhar tudo com os nossos valores. "as palavras tem imenso poder e não devem ser usadas de modo leviano. diga apenas aquilo em que acredita, usando corretamente sua energia. fuja de mexericos e de comentários negativos."

não leve nada pro lado pessoal

o que a outra pessoa diz/pensa é sempre sobre ela mesma, do mesmo jeito que o que a gente diz/pensa dos outros é mais sobre a gente mesma do que qualquer coisa -- o universo inteiro é um espelho de quem a gente é e do que a gente precisa aperfeiçoar. "quando alguém fala de você, está na verdade expondo a si mesmo, falando de como vive a própria experiência na interação com você. não absorva insultos e não se deixe levar por adulações. aprenda a se tornar imune às opiniões alheias."

não tire conclusões

em vez de supor, imaginar, prever... a gente pode perguntar! e seguir conversando até que tenha clareza e não precise mais supor: não é bom se conformar com pouca informação e concluir todo o resto... a gente tem que buscar mais informação. "atenha-se apenas à realidade imediata e concreta" (o que a gente acha não é realidade, é só a nossa opinião -- e o que o outro acha também não é realidade, ainda é só o que ele acha!). "seja sempre claro e transparente e estimule que os outros também o sejam, ignorando o que há de nebuloso ou mal-explicado."

sempre dê o melhor de si

"em qualquer circunstância, mesmo nas situações mais insignificantes, faça o melhor: nem mais, nem menos. rejeite sacrifícios ou esforços extenuantes: faça o que puder, da melhor maneira possível." --> a gente não precisa sofrer ou se martirizar, também não precisa competir: vale mais olhar pra si como referência de saúde e de ânimo e procurar superar os nossos próprios limites com serenidade e segurança -- fazendo o melhor que a gente pode com os recursos que tem. estar segura de fazer o melhor garante paz de espírito. ;-)