A LISTA DE 'FÓRMULAS BOAS' DA OFICINA DE ESTILO

Essas são fórmulas que a gente exercita em quase 100% dos trabalhos de consultoria de estilo -- e todas essas idéias podem funcionar pra todo mundo, adaptadas pra estilos e silhuetas diferentes, com alguma criatividade: dá pra por em prática com as peças que se tem no armário HOJE e com a sua própria cara, veja só.

Um conjuntão de sugestões adaptáveis pra usar como guia na hora de se arrumar: vale usar uma idéia dessas de cada vez ou vale combinar 2, 3, todas num mesmo look -- pensa que uma delas sempre pode ser a estrela da produção, e as outras vão sendo incorporadas/coordenadas como coadjuvantes!

COORDENAR CORES DE JEITOS NÃO-COMUNS

Só de substituir os básicos preto e branco por outros neutros qualquer look já se destaca numa multidão: o efeito do combo 'peça básica + peça coloridona' é o mesmo, só que beeem mais interessante. Pensa em neutros-escuros e neutros claros pra fazer boas substituições, ó:

  • no lugar do preto: marinho, marrom, cinza, verdão, roxo, vinho, petróleo;
  • no lugar do branco: bege, pérola, cinza-gelo, camêlo, "cor de rato".

E aí vale ficar ligada no impacto que coordenações de cores podem criar. Looks monocromáticos valorizam demais peças com design diferente, e looks com peças mais simples ficam bem mais bacanas quando coordenados em muitas cores incríveis. Vale ter na porta do armário um círculo cromático pra direcionar escolhas e render idéias (tem um pra imprimir em casa aqui, clica!).

ACRESCENTAR TEXTURAS PRA ANIMAR

Não tem tanta graça usar algodão com algodão, brim com brim ou seda com seda. Quanto mais materiais diferentes a gente tiver num look, mais interessância ele carrega: superfícies diferentes quase sempre têm texturas, brilhos e caimentos diferentes. E ó: texturas diferentes fazem sucesso especial em looks monocromáticos e deixam até os looks informais mais arrumadinhos.

COMBINAR TRÊS PEÇAS EM CADA LOOK!

Vestido é ótimo, saia e blusa também é ótimo -- jeans e camiseta então, super fácil, né? A coisa toda pode ficar ainda melhor: alô galera interessante interessada! Vale tentar acrescentar, em toda produção possível, jaquetinhas, coletes, paletós, casaquetos, cardigans, tudo que complementa o combo simples 'parte de cima + parte de baixo'.  Só de ter mais de duas peças num look, o visual todo já ganha em elegância, em formalidade -- e em inteligência visual também, com mais possibilidade de coordenar cores, texturas, proporções e caimentos.

UMA NOVA FEMINILIDADE ;-)

Não precisa ser literal pra se sentir mulherzinha: feminilidade tem a ver com tecido gostoso, de caimento leve, com decote bom nas costas, com comprimento três dedinhos mais curto (se puder!), em coordenação suave de cores, em transparências e recortes moderinhos e mais. Sapato com salto é sempre feminino, cintura marcada é sempre feminino, saias e vestidos são embaixadores da mulherzinhas-land. Quer mais? Sandálias que deixam pezinhos à mostra, cabelo preso mostrando a nuca, brincos que balançam, rendas e laises são sempre bons "ressaltadores" de delicadeza (e "conquistadores" de elogios!).

TER ACESSÓRIOS QUE FAZEM SORRIR -- E USAR SEMPRE

A analogia com a cereja do bolo super cabe aqui! Bolsas e sapatos são pequeninos mas carregam muita informação de personalidade: dependendo de material, forma, design e textura eles dizem quem a gente é e deixam claro, especialmente, quem a gente não é! Mas não são os únicos responsáveis por reforçar a personalidade de quem usa: o look só termina quando a gente acrescenta anéis, colares, lenços, brincos, broches, tiaras, faixas, pulseiras e o que mais incrementar com interessância ao que a gente veste.

+ QUER TRABALHAR COMO PERSONAL STYLIST?
+ COMO CONSTRUIR UM GUARDA-ROUPA INTELIGENTE