A POP ARTE DE MEL RAMOS

Mel Ramos é um californiano com um trabalho super pop que eu tive o prazer de conhecer no Villa Stuck em Munique (o trabalho dele e não o Mel Ramos em si, né!?! haha). Ele cresceu - e apareceu - no mundo das artes na década de 60 com pinturas bem figurativas e realistas e que quase sempre associava imagens de mulheres nuas com marcas de produtos tipo ketchup, coca-cola, charutos, pneus... Ele retratava aquelas mulheres perfeitas, quase de plásticos, tipo coadjuvante de filme do Elvis Presley, sabe!?!

Assim como Andy Warhol, Mel Ramos se utiliza de imagens fortes da cultura pop e ícones da mídia de massa (tipo atrizes famosas e celebridades do momento) e mostra como tudo acaba sendo um produto comercial, consumível e efêmero. E lógico que me fez brilhar os olhos quando vi que nessa exposição tinha toda uma sessão de suas "fashion paitings".

Assim como ele pintava bebidas, cigarros, comidas enlatadas (ahãm! ele tem toda uma série em homenagem às sopas campbell's do seu colega na classe artística!!!) ele pintava mulheres mega sensuais em vestidos Courreges ou em conjuntinhos Pucci, algumas vezes com um cortes estratégico que deixava escapar seios ou um pedacinho da lingerie outra vezes tapando o corpo todo mas deixando o rosto com um sorriso maroto e aquele olhar sexy! E daí fica a prova de toda a efemeridade, comercialidade e popularidade da moda, embora muita gente ache que ela devesse ter status de obra de arte!!!