ADQUIRINDO QUALIDADE

Mamãe já dizia que qualidade é mais importante que quantidade, certo!?! E isso faz um super sentido na hora de planejar nosso guarda-roupa. A gente sempre acreditou nisso, mas depois que Tim Gunn falou que vale mais a pena gastar mais dinheiros e menos peças, a gente tem refletido um pouquinho mais sobre o assunto. qualidade

Então a gente resolveu dividir por aqui tudo o que a gente procura em uma peça quando vai fazer compras com nossas clientas. Confere só!

* o primeiro "requisito" pra que uma peça seja considerada de qualidade (por essa Oficina, é lógico) é o material de que é feita. A gente dá preferência a peças que tem em sua composição maior quantidade de fibras naturais (algodão, seda, lã e linho). Elas acabam durando mais, tendo um aspecto mais refinado, respiram e por isso não esquentam tanto (nem dão mau-cheiro).

* um jeito bom (e gostoso) de reconhecer um material de qualidade é o toque. Passar a mão com atenção, sentir o tecido, perceber se o toque é agradável... A gente não pode esquecer que é aquele toque que a gente vai sentir enquanto estiver usando aquela roupa!!!

* o acabamento também revela a qualidade da peça: a costura não deve ser "torta" nem grosseira, sapatos não podem ter cola aparecendo perto da sola, barras não podem ficar retorcidas, forros não podem ficar pra fora. Vale a pena virar a peça do avesso, porque se por dentro ela é bem feita quer dizer que houve um cuidado na execução da peça.

* aliás não tem nada mais chique que um forro bem feito, uma peça bem acabada por dentro, né!?! Algumas marcas chegam a investir no forro de suas peças o mesmo cuidado que investem na criação de seu design. Lindo, né!?!

* caimento é super importante!!! A peça tem que vestir bem, tem que "cair", não pode ficar "suspensa" no corpo, nem torta.

* qualidade não quer dizer preço alto. Tem peças boas que custam mais, tem peças boas que não custam tanto, tem peças caras que não são tão boas assim e tem peças não tão boas, mas que são bem baratinhas. Pra saber se vale a pena adquirir ou não é bom "calcular" o custo x benefício dessa peça.

Mas mais importante que tudo isso é que a gente tem que amar uma peça, pra ela poder entrar no nosso guarda-roupa, pra valer o investimento. AMAR de verdade!!!