CARDIGAN SOBRE CARDIGAN

Passei férias em Portugal em dias de friozinho, tipo 10 graus todo dia. E aí que eu prestei bem atenção no look protegido das lisboetas e concluí que faz MUITA diferença conviver com frio desde que se nasce - e não só 40 dias por ano como a gente aqui no BR (o que elas usam no frio rendeu todo um outro post, ce viu?). Das coisas mais legais que elas dominam por conta dessa convivência (amigável, diga-se de passagem!) com o frio são as sobreposições: as meninas de Lisboa usam casaco sobre casaco, cardigan sobre cardigan! cardigansobrecardigan

Como a gente tem menos inverno - e um inverno menos friorento que o europeu - mais legal é tentar exercitar essas sobreposições com peças leves. Pra isso cardigans são ideais! Premissa pra dar certo é escolher cardigans diferentes em textura, em trama, em peso visual e em proporção/comprimento. Tipo uma trama mais abertinha e outra mais fechada; um cardigan mais pesado e estruturado e outro mais levinho, molenga; um mais comprido e outro curtinho, um com mangas 3/4 e outro com mangas compridas... assim, sabe?

Daí vale perder o preconceito, pensar em coordenações incríveis de cores e partir pro exercício. Vale tentar:

-cardigan fechado, usado como blusa, com outro soltinho por cima -cardigan mais curtinho por baixo e cardigan mais longo por cima -dois cardigans com a mesma altura de barra e mesmo caimento, mas com tramas diferentes e arrumados de modo que  mangas e abas (onde ficam os botõezinhos e casas) apareçam separadamente -cardigan mais longo bem fino por baixo e um outro mais curto e espesso/estruturado por cima -cardigan fechado com cintinho e outro cardigan solto usado por cima -dois cardigans sobrepostos e os dois presos por cintinho fino, abertos mesmo -cardigan como cardigan e cardigan como cachecol/lenço -cardigan transpassado (usado por dentro ou por fora da parte de baixo do look!) como cache-coeur e um outro cardigan solto aberto por cima -cardigan (fechado ou aberto!) por baixo e cardigan como bolero usado por cima

Sendo os tricôs sempre maleáveis e finos, não tem tanto acréscimo de volume na silhueta - e quem quiser equilibrar proporções pode escolher cores claras e escuras pra compensar larguras! As moças do blog Academic Chic experimentaram e fizeram umas fotos bem ilustrativas - essas que estão aqui no post. Quem anima experimentar na vida real?