DISCRETAS MAS NÃO 'SEM GRAÇA'

Se judias e evangélicas prestam mais atenção à formas, decotes e comprimentos, então todos os outros 'elementos de design' do look passam a ser compensatórios (pro bem). Quem usa saias mais longuinhas e blusas mais fechadas devia ser o-bri-ga-da a fazer todo dia uma coordenação incrível de cores, coloridas ou mesmo entre neutras. E assim imprimir personalidade no look, tipo cores mais femininas num dia, cores mais criativas no outro, mais elegante no trabalho, mais ousadas numa festinha. Estampas e texturas diferentes também contam como interessância em cada visual que compõem. E variedade de modelos e caimentos, né, meninas - que ninguém precisa ter só um tipo de saia nem só um tipo de parte de cima. Vale saia tipo A, tipo tulipa, mais retinha, tipo sarongue, tipo envelope, com bolsos, com barras trabalhadas e vale também coordenar mangas em tamanhos diferentes, decotes diferentes e mais. crentes2

Vale prestar atenção nas proporções: saia mais longa pede blusa mais curta - boas medidas são o meio dos joelhos (pra barras de saias) e o ossinho do quadril (pra barras de blusas). E se a barra da saia sobe, a barra da blusa pode descer um pouquinho! A terceira peça, nos looks das moças de igrejas e sinagogas, devia também ser obrigatória: a modelagem mais justa ou mais soltinha depende da modelagem das outras peças - vestidinho mais solto com cardigan mais justinho, saia mais reta com jaquetinha mais solta (tipo isso). E terceira peça meio transparentinha é a melhor amiga dos visuais interessantes no calor! Atenção especial pros sapatos: quanto mais abertos, mais alongadores de pernas. Sapatos com gáspea alta ou mais fechados, cobrindo mais os pés, ajudam mais se a barra das saias estiver acima do joelho ou se combinados com meias (sem contraste entre cores de meia e sapatos).

crentes1

Então anota: cores e formas são muito muito "manipuláveis" a nosso favor (eu também to na igreja quase todo dia!). E acessórios, né: colar brinco anel broche tiara conta mais pontos num visual que repete menos formas que os outros, vale dar atenção especial a esses complementos. Cabelo e make também contam muito!!! Diz que poetas se impõem métricas e rimas como desafio, pra se superar em criatividade - desse mesmo jeito as restrições do vestir de quem segue doutrinas específicas também pode funcionar como fator de estímulo e de originalidade...!