ELEMENTOS PODEROSOS NOS LOOKS DE BRASÍLIA

A gente já trabalhou em Brasília duas vezes, em 2006 com a Cori e agora em 2010 no Park Fashion (aqui e aqui). Dessa última vez perguntaram pra gente do jeito da mulherada (de lá) se vestir e a gente respondeu na hora, quase sem pensar: mulher de Brasília tem look poderoso, que chega chegando - e super-hiper feminino. Talvez por tanta proximidade com o poder-de-verdade (do governo, né), talvez porque tem muita muita gente trabalhando em ministérios e judiciário e bancos e tals (tudo de mais importante na vida tem sede em BSB!), as mulheres da capital sabem comunicar, com o que vestem, que 'estão com tudo'. Ou que querem muito estar. brasilia

O que pode parecer extravagante a gente percebeu como elemento-comunicador-de-segurança. Só usa quem carrega, sabe como? Então a gente percebeu que o look de Brasília sempre tem bolsonas incríveis, saltos altos decorados, muito mais cor no look do que aqui em SP (terra do preto né) e modelagens ajustadas mesmo nas peças mais formais. Os couros que mais fazem sucesso são os exóticos, tipo croco, cobra, avestruz e tals - pra poucas e não pra todo mundo! A idéia é imponência: marca importa menos, presença importa mais. A gente viu por lá muito salto marcante, que não só levanta pezinhos mas que também se fazem notar como decoração do sapato. As bolsas e sapatos desfilam também cores fortes e materiais reluzentes, tipo verniz (superfícies lisas = mais refinamento). Os acessórios tem muito dourado: brincos e anéis e braceletes e correntes de bolsas e laterais de óculos escuros querem fazer a gente lembrar de ooooouro!

E a alfaiataria... mesmo nos looks informais tem um paletozinho ou um shortinho alinhado compondo o visual, sempre de um jeito feminíssimo. A mulherada de Brasília mostrou pra gente uma 'alfaiataria tropical', com cores suaves (quase em tom pastel) e tecidos frescos, maleáveis. Tudo mais perto do corpo em blazers ajustados (que elas curtem usar fechadinhos pra marcar a cintura), saias retas, calças que afunilam. Pensa que alfaiataria remete a tecidos de qualidade, impecabilidade de acabamento e caimento, idéia de "tudo no lugar". Tem muito muito trabalho lá que exige que os meninos usem terno - as meninas tem que estar páreo-a-páreo em adequação/formalidade, mas não precisam deixar de ser mulherzinhas por isso. E quanta lição a gente pode tirar dessas observações, não? Prontinhas pra inserir no dia-a-dia da galera. ;-)

[nggallery id=143]