LINGERIE AGORA: "UNDERWEAR AS OUTERWEAR"

Primeiro o Marc Jacobs desfilou em setembro passado uma coleção que mostrava lingeries de verdade e de mentira: as de verdade apareciam sob recortes super reveladores e as de mentira vieram estampadas nas próprias peças. Logo depois a Prada desfilou uma coleção fluida, cheia de sedas e organzas e com tudo super confortável - com vários looks que lembravam pijamas gostosos de ficar em casa (mas chiquérrimos). E na Vogue desse mês (com Carol Trentini na capa) tem um texto bastante bom dizendo que a "moda de lingeries na moda" não começou agora e contando porque a gente vai querer usufruir dessa referência (re-fe-rên-cia, gente). cris_de_modela.jpg cristina foi a modelo pras fotinhos porque usa super na vida real: vale até coordenar cores na hora de mostrar a alcinha do sutiã!

No texto da Vogue a Costanza Pascolato diz que entende a lingerie de agora como "componente sexy e visível da roupa feminina" e que essas pequenas mas fundamentais pecinhas "são símbolo da sensualidade contemporânea, mais natural". A gente tá vivendo uma temporada de imagem feminina mas não bobinha, tipo de mulher que sabe o que quer mas não deixa de ser doce: um 'novo-romantismo' - que dona Costanza diz estar "distante anos-luz da parafernália sex-shop da atualidade". Tudo pra fazer entender que a referência já traz sensualidade em si, então a gente não precisa nem mostrar nem muita lingerie e nem muita pele! Pra fazer bonito na hora de aparecer (sutilmente!) por baixo de alças, decotes assimétricos e afins, as alças do sutiã precisam ser diferentes das tradicionais: têm que ser bonitinhas, mais fininhas e delicadas, podem ser coloridas, podem ser feitas em outros tecidos, podem ter algum brilho, estampas ou rendinhas (ooooolha o possível exagero no elemento sexy!). Lingerie da cor da pele foi feita pra não aparecer, então não tem graça mostrar - alças de silicone entram na mesma categoria, quem inventou fez pra ser invisível.

looks_lingerie.jpg camiseta em algodão super fininho (bem pijama!) rende looks incríveis

Mas Costanza disse mais (e a gente diz amém pra essa idéia): "hoje roupas íntimas não servem só para dar forma e conforto como se tornaram peças fashion, exibidas de verdade". Que muitas coleções nessa última temporada trouxeram elementos literais das lingeries nas peças, tipo tecidos leves e acetinados, rendinhas e laços e babadinhos, transparências e mesmo os motivos etéreos, com cara de conto de fadas (bem filminho da prada: folhagens, borboletas, pássaros, natureza). O look também acontece com peças super super confortáveis em algodão e gazes finas, com cara de pijama mesmo - coordenadas com outras mais retinhas, mais pesadas, pra não virar fantasia. E aí é arrasar, bem "nova-romântica".

MAIS! como comprar, como manter e por que se importar com a lingerie guia da oficina pra comprar a lingerie ideal