MEIAS CURTINHAS: BEM NO MEIO DO CAMINHO

Quem ilustra o nosso post é a Ugly Betty, mas tem muito mais gente usando essas meinhas aí na vida real. Meias que podiam ser aquelas  "soquete", de quando a gente ia pra escola, mas que agora aparecem com cara de moderninhas: ficam no meio do caminho entre canela e joelhos, acrescentam cor ao look, brincam de proporções e são um jeito de ter mais textura no visual. Vale prestar atenção à coordenação de cores que se faz com sapatos e parte de baixo do look - assumindo que quem usar vai usar short curtinho, mini-saia ou - no máximo - uma bermuda mídi. Nao dá pra usar comprimentos mais longos que isso sem aprecer uma tampinha (vide o exemplo das imagens aqui embaixo: apesar de fofa, nossa heroína fashion parece pequena e cheinha -- e ela não é assim na vida real!).

betty

Vale colorir tudo mas acompanhando tons do que está em cima e embaixo das meinhas. Tipo sapatos e meias no mesmo tom, ou meias e short-saia no mesmo tom. Dá super pra usar cores diferentes, mas é legal escolher tudo em claro ou tudo em escuro. Fica legal com sandália mais fechada, com escarpin, com sapatilha, com botinhas curtas.

E claro, quanto mais próxima a cor for do tom da pele, menos contraste "no corte" e menos chance de fazer a perna engrossar visualmente. Quanto mais pele à mostra, quanto mais "comprimento de perna" tiver aparente, melhor. Fica informal - não é um look arrumadíssimo, é mais despojado.

E pode até ter característica sexy se pensado pra ser assim: imagina micro-vestido preto em tecido lustroso, tipo uma sedinha, com meinhas pretas e escarpin branco? Porque né, a meia curtinha invoca uma inocência que pode sim soar "danadinha". =)