O SAPATO PESADO DE CADA UMA

Pensa assim: a gente pode ser pequenina, com ossinhos finos e formas delicadas; pode ser grande com bração e pernona e estrutura maior de corpo; e pode ficar entre uma medida e outra, com tudo mediano (altura, formas, peso, etc). Se olha no espelho e pensa se você é mais Sandy, ou mais Cláudia Raia, ou entre elas duas. Daí pensa que os tamanhos de tudo que você escolhe pode ser proporcional à você mesma - tem um tamanho grande pra cada uma, um pequeno pra cada uma e até um médio pra cada uma, em proporção harmoniosa com quem a gente é.

Assim é com os sapatos pesados dessa temporada (e da próxima também, tá). Super atualizadores de looks, os modelos menos delicados fazem diferença em qualquer look, e mesmo sendo mais pesados que todos os outros que a gente já usou antes (na vida toda!) eles podem ser pesados pra gente, proporcionalmente. Os elementos que conferem peso a um sapato são salto (super grosso ou menos grosso), frente (arredondada ou quadradona), formato (mais grandão ou mediano), plataformas e anabelas (mais grosseiras ou mais delicadas - todas pesadas de qualquer jeito!), materiais de que são feitos, tiras (médias ou super espessas), metais, fivelas, cores (escuronas ou mais neutras e quase-quase alegres).

Esses elementos podem ser combinados e coordenados tanto entre si como com o que a gente usa, pra que o look esteja 100% em equilíbrio com quem a silhueta de quem usa. Tipo plataforma pesadona mas com couro claro, anabema de corda ou cortiça com tiras bem grossas, escarpin de frente delicada mas com salto pesadão.. sabe como? Tem que prestar atenção em tamanho (do sapato e da gente mesma!), forma e materiais, daí não tem erro.