POUCOS E (SUPER!) BONS ACESSÓRIOS

A onda minimalista desse nosso tempo tem colocado foco na roupa - na sua forma, no tecido, na construção e na coordenação desses elementos - mas né, os acessórios não ficam em segundo plano por conta disso. Já que ser minimalista não é ser básica (lembra?), acessórios acompanham o visual limpo... com impacto! Como se tivesse mais efeito usar um power-acessório do que vários pequeninos juntos - melhor ter uma peça super poderosa do que se encher de penduricalhos. Também não é o caso de usar uma coisa só e pronto, mas sim de escolher uma peça super mega master principal/especial e coordenar todas as outras como coadjuvantes, tipo quase-nada. Claaaaro que não é lei, mas é o espírito do tempo - fácil atualizar o look assim, não?

Por isso a gente tem visto tanta oferta de acessórios-gigantes-super-aparecidos, pra usar como se fosse extensão do visual e não só como "acessório"! Vale colarzão com aneizinhos e brinquinhos; vale maxi-pulseira com colarzinho, brincos e anéis; vale super mega anéis com colarzinho e com brinquinhos, vale faixa tipo turbante... a ideia é ter um acessório importante complementando o look (como uma peça de roupa!) e então os outros só pontuando/adornando o que tá em volta.

Bom pro nosso tempo de calor aqui no BR, pra que mesmo com pouca roupa o look continue poderoso, né? Exercício de edição e de extravagância, tudo ao  mesmo tempo! Quem vai experimentar? Ou já tá experimentando?!??