simplicidade incrível no look da balada

Tem numa dessas últimas Teen Vogue (já falei que é top revista favorita na Oficina?) um editorial mostrando "uma nova roupa de balada", bem simples na aparência - mas com coordenações e resultado nada simples, pro bem! A matéria sugere que na simplicidade o look-noite se faz com regatinhas e camisetas "básicas", peças complementares em tecidos mais nobres/luxo e mega acessórios, tipo bijús gigantes e muitas pulseiras e colares usados juntos. E cores coloridas - na matéria, verde, azul e rosa - se misturam com preto e branco pra criar contraste e acrescentar draaaaama ao look. Meio que a idéia é usar o que a gente já tem pro dia-a-dia, mas de um jeito balada, com mais cara de noite. nightshift2 clica pra ver tudo grandão!

Na vida real a gente tem visto, há tempos até, muitas meninas usando regatinhas e camisetas brancas com tudo, em todo tipo de ocasião. Muito por conta das cinturas altas de shorts e sainhas, que se completam lindamente com essas regatas sequinhas usadas por dentro - falha nossa não ter fotos de looks de todo mundo nos Encontrinhos, porque sempre tem meninas com esse look no nosso eventinho. E assim a matéria faz mega-ultra-sentido pras moças daqui de em volta da gente: nossas baladas não rolam no frio (ou a gente esquenta no meio do caminho!) e todo mundo quer dançar abraçar se divertir com conforto, não é mesmo? A fórmula regata/camiseta básica + peça bafo complementar + acessórios mega rende mil variações, não é cara nem difícil de fazer, rende conforto e ainda tá "em alta".

nightshift4 também tem em tamaho grande, clica!

O segredinho do look, pra gente aqui, fica por conta dos materiais e das cores que a gente escolhe. Tudo muito claro, ou quaisquer coordenações de cores sem contraste, dariam a mesma carinha de tododia pras peças do look - tem que contrastar, tem que acrescentar cor forte/intensa ou escura. E se a camiseta/regata já é de algodãozinho (da Hering, da Renner, de brechó, de onde for - que look barateeenho com cara de milhão é tudo!), então as peças complementares podem ser feitas em tecidos mais ricos, com brilho na superfície ou com texturas de festa (imagina tipo shantung ou renda ou tafetá, que graça! que também tem nos brechós!). Daí pra acrescentar brilhinhos nas bijús é um pulo: vale dois ou três colares ao mesmo tempo, em tamanhos diferentes, com pingentes que contam estórias; vale mil pulserias num braço só, vale braceletes nos dois braços, vale tudo. Que é noite e o principal é se divertir!

fotos_da_chebel todas as fotos são da chebel-amada-da-oficina, e tem mais no sp00!

E como a gente aqui já tá velha (oi? a cris é quase-quaaase uma mãe de família!) e balada não é super o nosso forte, a gente foi conferir os looks do povo nas fotos da Renata Chebel no SP00 - que é top fotógrafa de baladas legais daqui de SP, tipo a nossa cobrinha-snake. Tem mil jeitos de usar essa fórmula, comprovadamente bem sucedidos pela cara de alegria das moças que tão usando! É passear pelas fotos, se inspirar, experimentar em casa e arrasar. Boa balada hoje pra todo mundo! ;-)