COMO USAR ESTAMPAS DE BICHOS

Aqui na Oficina a gente é calminha mas adora uma estampa selvagem, nem que seja em pequeninas porções - que é mesmo como a gente acha mais legal usar. E a gente prefere estampas de animais selvagens mesmo (ou quase): tipo não vale vaquinha, mas vale onça, tigre, zebra, girafa e até pavão (chique!). Essas estampas já vêm com a mensagem sexy embutida, sabia? Por conta dessa mensagem elas ficam menos óbvias se a gente escolhe peças não-sexy pra "soltar as feras" (rá!): se for num vestido, que seja num vestido fofucho ou mais retinho, e não num decotado-super-justo; se for numa calça (oi?), que seja num modelo mais despojado tipo saruel, e não numa cigarrete; mesmo se for num sapato, que seja numa sapatilha ou num peep-toe, e não num escarpin altíssimo ou numa sandália com tiras super mega finas. Sacou? Quem tem medinho pode começar com acessórios (ótemos), tipo sapato, bolsa, lenço, bracelete, broche - um desses de cada vez não escandaliza ninguém, em nenhum ambiente. animalprint1.jpg

E vejam bem, amigas, que a intenção não é mascarar a mensagem sexy da estampa de animal, mas acrescentar à essa outras leituras possíveis - pra gente ficar mais interessante e menos literal, no caso. Que na hora de coordenar o animal print (!!!) com outras cores, tudo é possível. Se a gente coordena com "cores de menina", tipo vermelho, rosa, laranja ou salmão, a onça/zebra/cobra pode ficar super feminina. Se a coordenação é com preto, marronzão ou roxo, a mensagem sexy fica de bracinhos dados com uma mensagem mointo elegante (dependendo das peças, hein!) e aí a coisa toda fica sexy-chique. Se a gente coordena com cores coloridas, tipo verdão, amarelo e azul vivo, o look fica bem divertido, criativo mesmo. Sabe o que vale também? A estampa de animal em si estampada com outras cores: tipo zebra preta e rosa (Marc Jacobs já fez), onça verde e laranja (tem na Leeloo, cobra em várias cores (tem sapatilha na Paula Ferber) - que não é só a gente que tá pensando nessa "selvageria", viu?!?? =)

animalprint2.jpg

E aí, na hora de coordenar com outras peças, a gente continua equilibrando mensagens. Pra começar, bicho + qualquer neutro - escuro ou claro - é acerto garantido: marinho, cinza, cáqui, e cor de pele arrasam. E as mesmas direções pra coordenar quaisquer estampas valem aqui: é bom procurar cores que se repitam numa estampa e na peça lisa, vale coordenar materiais diferentes, tipo a estampa de animal num top de algodão com uma bermuda em lã, e é possível coordenar a estampa selvagem com outras estampas. Fica bem legal com floral discreto, com listras, com gráficos e abstratos pequeninos, com padronagens masculinas (lhindo!) e mais. Só não fica tão legal com estampas étnicas, que reforçam a coisa selvagem e podem deixar a gente meio tribal demais (ãnh?). E tem que lembrar de deixar uma estampa dominar sobre a outra, elas não podem competir, sabe como? (Tem uma lista de fórmulas boas pra incentivar, aqui ó.)

Sabe mais o que? A gente acha que animal prints na praia são super mega elegantes, de rica. Arrasa no verão. =)