STELLA MCCARTNEY E AS FLORES

Tem esse texto gigante (mas delicioso) no site da Vogue americana contando da vida que a estilista Stella McCartney leva em família, morando no campo e tals. Ela conta que, morando nessa casona que ela reformou pra ter a cara dela, olhando pro horizonte, tendo animais e vivendo a vida de um outro jeito - com foco, mas sem desespero! - tudo muda... até o jeito dela trabalhar. Com ela mudou pro bem, de um jeito lindo.

Diz Stella que pensar num jardim, escolher plantas (e formas e cheiros e cores e texturas), ver tudo crescer e florescer - até com surpresas, porque às vezes palntas rendem cores inesperadas! - rende idéias pro trabalho dela com roupas e com perfumes. Nas palavras da própria Stellinha (rá!) em tradução bem livre: "às vezes eu vejo uma cor no jardim em que eu normalmente não pensaria. E passo a curtir essas cores na natureza, e isso faz com que eu queira trazê-las pra minha coleção. Na primavera passada eu fiquei entediada com a moda, e comecei a folhear livros de jardinagem dos anos 50 e achei uns desenhos botânicos antigos que super me inspiraram - então isso virou parte da coleção de primavera".

E o que a gente vê agora no site da Stella McCartney é uma coleção lindamente florida - sem ter nada a ver com qualquer "tendência" ou onda atual, e ao mesmo tempo super super super contemporânea, com cara de jovem e de agora. Bom pra quem se desprende do "must have" e "must see" pra enxergar além, pra se permitir gostar de coisas e interpretar de jeito pessoal, de ser diferente e nem por isso ser ruim (ou pior). Ponto pra quem deixa a inspiração exceder a moda e vir da vida. ;-)

+ pra treinar o olhar e enxergar inspiração pro vestir na sua própria vida: VISTA QUEM VOCÊ É + pra quem já tem esse olhar treinado e quer colocar em prática profissional essa habilidade: COMO SE TORNAR UMA PERSONAL STYLIST