UM PASSEIO COM ESPADRILLES

Espadrilles são aqueles sapatos feitos com o solado feito de corda (ou com uma borracha moldada pra parecer corda). Apesar desse nome afrancesado, elas são uma invenção espanhola e começaram a ser fabricadas na Cataluña, no século XIV. Se fala como se escreve só que sem os Ls, com o "i" tônico tipo "espadríes". -1

Originalmente esses sapatitos são feitos em algodão, mas hoje a gente encontra em mil versões: vários tipos de tecidos, couro, couro metalizado... Mas se tem solado de corda, a gente continua chamando de espadrille. E elas são sempre bem ‘veranescas’, combinam super com vestidões soltos, shortinhos e saias. Alguns modelos são só de “enfiar o pé” - esses a gente chama de alpargatas (aqui no BR)! - mas no caso das que amarram no tornozelo, vale o truque de subir o comprimento da saia/short pra alongar a perna, né? Tem plataforma, tem anabela, tem rasteirinha. Meio que pra todos os gostos.

Mas tem que prestar atenção porque as espadrilles são muito (!) informais mesmo, e sendo assim, combinam mais com o dia-a-dia, com um passeio num calçadão, com happy hour de fim de tarde. E combinam menos com super baladas ou festinhas elegantes. Espadrilles também têm um quê meio rústico, por isso são amigos de looks leves, com tecidos naturais, modelagens soltas e curtinhas. Pensando assim, dá uma baita vontade de calçá-las com um vestido bem colorido e fazer uma caminhada gostosa olhando o mar, no fim da tarde, não?!