ESTUDANDO COM ESTILO: DRESSCODE PRÉ-PROFISSIONAL

A faculdade é o primeiro contato que a gente tem com a profissão que escolheu: os colegas que a gente faz nesse tempo vão cruzar o nosso caminho pro resto da vida - mesmo os que matam aula com a gente, mesmo os que vão pra churrascos e baladinhas juntos. Esses, junto com os professores, vão ser nossos colegas de profissão. Então, se eles tiverem boas lembranças da gente nessa época, melhor pra todo mundo, não?!?? Mais: a gente percebe que todo mundo trata melhor quem se preocupa com apresentação, quem demonstra carinho e atenção com a própria aparência.

faculdade_1.jpg

Tudo bem que a gente (geralmente) tem pouca idade quando passa pela faculdade, mas nem por isso a gente precisa usar pouca roupa - porque né, gente, a gente não vai pra faculdade pra paquerar (por mais que a gnete paquere meishmo). Vale decotinhos decentes, vale comprimentos curtos-não-tã-curtos que não tirem a concentração dos colegas (e, principalmente, que permitam movimentos e tals), mas não vale tudo ao mesmo tempo. É bom escolher um ou outro porque, se na profissão o que precisa aparecer mais é a nossa capacidade e não a nossa graça (rá!), na faculdade o que mais tem que aparecer é a nossa dedicação, o nosso comprometimento.Nesse clima roupa justa demais não acha lugar num guarda-roupa pré-profissional: requisito pra sobreviver a maratonas de estudo (estudiosas, não?) é se vestir de maneira confortável. É quase-quase guarda-roupa profissional mesmo, que na faculdade tá todo mundo quase lá. Vale bem a mesma direção de quem trabalha em ambiente profissional informal, ó só. =)

faculdade_2.jpg

A receita de trocar malha por tecido plano é providencial pra essa fase da vida: com uma mudança super sutil no material e no caimento das peças, o look ganha um upgrade. E ninguém precisa ser radical: a fórmula pode mesclar um elemento formal com outro mais formal, tipo jeans + tecido plano ou alfaiataria + malha. Tem mil sapatinhos confortáveis, sem salto (rasteiras elegantes, sapatilhas bacanas) e mesmo com salto (anabelas, plataformas delicadas) que substituem super bem os teninhos - não que eles não sejam bem vindos na faculdade, tudo depende da imagem que se quer transmitir, do meio em que se vai atuar, etc etc etc. Vale acrescentar a terceira peça sempre que houver necessidade de subir um degrauzinho em formalidade: tipo em dia de prova ou apresentação de trabalho - não custa impressiona, né?!?? E que venha o futuro.

Fórmulas boas pra quem estuda:
Camisetas em looks super bacanas
Camiseta pólo de um jeito fofo
Coletinhos como acessórios
Coordenações de materiais e texturas