FÓRMULA DA BOA RELAÇÃO COM O ESPELHO

Pra gente, simplificando beeeem essa questão, ter boa relação com o espelho significa disfarçar o que a gente não curte tanto aceitar o que não pode ser modificado valorizar o que a gente ama na gente mesma. E o que pode ser valorizado e o que pode ser disfarçado depende da gente mesma - da nossa observação, do nosso gosto pessoal, da nossa auto-avaliação. Tem que querer pra fazer funcionar: não adianta procurar padrões e sensações do lado de fora, quando a satisfação precisa ser sentida do lado de dentro.

Independente do corpo da mulherada das fotos da internet, independente de elogios ou críticas que a gente já recebeu na vida, o que a gente curte e o que não curte faz diferença DE VERDADE quando a gente mesma identifica e conscientiza. Nesse meio - entre o legal e o não-tão-legal - tem esses detalhes que não tem como modificar (às vezes nem tem como disfarçar nem nada!). Fazer o quê, então? Chorar? Não sair mais de casa? Passar calor (ou frio)? Viver a vida com desconforto? Essas são alternativas pros fracos. A gente, que decidiu tomar pra si a responsabilidade pela imagem que entrega pro mundo, aceita o que tem, abraça, faz o melhor que pode e FOCA NO QUE É INCRÍVEL. Por que né, graças a Deus ninguém é perfeito - e que chatice seria se fosse diferente!

Quando a gente "se estuda" e tem clareza de preferências, a gente escolhe o que vestirde acordo com objetivos autênticos e eficazes. Viver na ignorância, transferindo responsabilidade, não leva pra sucesso nenhum. Não tá na hora, então, da gente tomar as rédeas do próprio look começar a cuidar de quem a gente é (visualmente!) de dentro pra fora? Vamos refletir o nosso melhor? :)