IDÉIAS PRA USAR SAIA LONGA (DE TODO JEITO!)

Desde que as saias longas migraram do guarda-roupa de festa pro nosso vestir de todo dia, geral vem experimentando essa peça prática, confortável, feminina -- mas que ainda rende tanto "medinho", tanta dúvida. Se em festa a saia longa tá sempre acompanhada de saltão fino, tecidos glamourosos, jóias ou bijús bem brilhantes, cabelo ajeitadão... na vida real essa maravilhosa substituta da calça-de-todo-dia pode ser coordenada com peças bem informais, com cabelo natural, com saltos pesados ou sem salto, com camadas pra ter o movimento das proporções diferentes. E mais:

+ Todo um mural com inspirações no nosso Pinterest:

NO FRIO

Tem saia longa feita em material quentinho, tipo lã, algodão pesado, couro mais molenga, até tricô. Dá pra usar com meia-calça grossa por baixo, com camiseta de manga longa e tricô por cima, com jaquetas de couro e com paletó de lã, feltro ou mesmo com moletom. O combo saiona + malha quentinha + cachecol fofo fazendo uma golona pode acontecer com muitas caras, pra muitas personalidades e ocasiões diferentes... e é sempre bem descolado. Nos pézinhos funcionam sapatos fechados tipo mocassins e oxfords, botas de cano alto, médio ou mesmo baixinho (com saltos médios ou sem salto nenhum), com sapatilhas e -delícia das delícias!- com tênis.

saiaslongas_frio

NO CALOR

Alô dedinhos de fora! Sandálias rasteiras ou plataformas abertas, mesmo as espadrilhas feitas em corda, são sensacionais acompanhantes de saias longas, leves, rodadas, coloridas. Na parte de cima vão regatas ajustadas (ou mais soltas usadas com cinto ou com colete curto por cima, pra deixar a cintura no lugar, marcadinha), camisas de seda (alô modinha!), camisetas mais bacanas. E se bater um ventinho no fim da tarde, jaqueta jeans é uma ótima pedida.

PRA NÃO SE SENTIR BAIXINHA

Vale pra tudo: quanto mais sensação de baixinha, mais auto-terapia a gente tem que fazer: vale mais experimentar a moda e arcar com a sensação (que né, gente, é uma sensação - ninguém perde centímetros de verdade quando se sente baixinha!) ou deixar de usar e passar vontade (sem se divertir)??? Pois então. O que a gente epode fazer pra minimizar essa sensação é coordenar cores semelhantes no look e alongar a aparência tanto quanto possível (visualmente) - pra isso a gente escolhe todas as cores em tons claros, em tons médios ou em tons escuros. Se a cor mais clara e mais viva estiver na parte de cima, então, o efeito alongador tá garantido: vale colarzão, vale lenço, vale turbante, vale maquiagem super incrível.

PRA NÃO SE SENTIR GORDINHA

Quem tem barriga pode querer usar sobreposição na parte de cima, deixar a terceira peça aberta formando um vão vertical na frente do torso e assim reforçar a ideia de cintura marcada (sabe como?). Quem tem peitão ou ombrão pode escolher partes de cima com decote V e deixar o colo bem à mostra, de preferência com esse decotón que marca bem na vertical. Quem tem quadrilzão pode escolher modelos de saia que caiam bem sequinhas na parte do quadril e do bumbum e então se abram em rodas mais amplas e volumosas da coxa pra baixo.

PRA NÃO SE SENTIR CARETA

É legal acrescentar "peso": jaquetas de couro, botas (oi coturnos!), plataformas, cintões pesados, colares de corrente, acessórios mil no pulso, cabelón arrumado-desarrumado.

PRA SE SENTIR SEXY MESMO COM A PERNOCA TODA COBERTA

Alô decotes nas costas! Alô recortes inusitados e cavas mais amplas que deixam pedacinhos de pele à mostra sem que ninguém espere! Alô unhas dos dedinhos dos pés com esmalte colorido! Alô cabelo preso pra deixar a nuca à vista!

QUER TRABALHAR COMO PERSONAL STYLIST?
+ COMO CONSTRUIR UM GUARDA-ROUPA INTELIGENTE