MOCHILISMO PARA NÃO MOCHILEIRAS

Aqui na Oficina a gente é da opinião de que ter uma mochila legal e menos informal em casa não faz mal a ninguém. Quem é mais novinha, anda de ônibus, carrega muita coisa no dia a dia ou tem um estilo mais informal, a mochila bonitinha e arrumada pode perfeitamente substituir a bolsa pela mochila. Já quem é mais formal e clássica pode usar a peça no fim de semana, na ponte aérea ou quando tiver que levar o mundo para a rua, sabe como é?

OFICINADEESTILO.MOCHILAS.png

A mochila arrumadinha se diferencia da colegial e do mochileiro no uso de materiais mais nobres - como o couro fininho e o tecido lustroso -, no acabamento de qualidade e também na forma de usar.

Se a ideia não é parecer universitária na fila do bandejão, não vale sair usando várias peças que reforçam exageradamente a mensagem de informalidade. Quem quiser parecer arrumada usando mochila, pode evitar tênis muito esportivo e calça jeans muito folgada ou muito molinha.

Se a mochila arrumadinha é um meio termo entra a super informalidade das mochilas tradicionais e o glamour que só a bolsa pode trazer, a sugestão mais equilibrada/harmônica/certeira é que o resto do look também se mantenha nesse meio termo. Uma montação ultra glamurosa com mochila, poe exemplo, pode parecer que se está arrumada demais e com a bolsa errada, sabe? Para contornar esse problema, a gente pode escolher peças que suavizem o contraste entre a roupa e a mochila, como um sapato incrementado e baixo (sem salto), por exemplo.

Quem quiser se jogar no mochilismo chique pode recorrer a várias lojas adeptas do movimento (nessa temporada). Para quem quer investir em uma peça bem arrumadinha mesmo, a gente sugere as lojas Maria Bonita, Maria Filó, Osklen e Helena Buon. Já quem procura um meio termo pode ser feliz na New Order, Farm, Uncle K, Cantão, Imaginarium e Renner. Até a Kipling - a Chanel das adolescentes (ou a nova Company!) - tem opções em tecidos mais lustrosos e menos informais, sabia?

*Juliana Cunha é jornalista e colaboradora do blog da Oficina de Estilo, que sorte a nossa :) ce pode ler outros textos dela pra Oficina aqui -- e os textos autorais dela no Já Matei Por Menos, ó!