PRA QUEM DEVERIA TRABALHAR DE TERNO

Hoje em dia é bem mais difícil encontrar ambientes profissionais em que o terno/tailleur seja o uniforme do dia-a-dia. Mesmo escritórios de advocacia ou consultorias de mercado financeiro já estão afrouxando um pouco a rigidez do seu dresscode. É a informalização da moda, lembra!?! A gente chegou até a pensar em algumas sugestões bem bacanas pra quem deveria usar terno ou tailleur todo dia. Como a gente é muito fã de guarda-roupa conciso e variado, que permita um milhão de coordenações diferentes com um pequeno número de peças, o nosso "terno" preferido é a combinação de calça (ou saia) + paletozinho (e suas variações) - sem ser conjunto: não precisa nem ser comprado junto!

Com essa fórmula dá pra gente ser bem mais criativa e usar nossa 'inteligência modal' na hora de montar o "uniforme". Pra manter a elegância e a formalidade do conjunto as peças devem ser feitas em tecido de muita qualidade e as cores de parte de cima e parte de baixo precisam sem bem parecidas.

Depois é só experimentar: dá pra usar estampas (em apenas uma das peças!), dá pra brincar com comprimentos, dá pra misturar texturas... O bacana é fazer conjuntinhos desconjuntados. Assim, um mesmo paletozinho pode ser usado com várias calças e saias... e em vez de ser parte de um terno vira parte de uma porção deles!!!