SOBRE (NOVOS) COMPRIMENTOS E PROPORÇÕES

comprimentosh

Coordenar comprimentos em proporções assimétricas é uma das sacadas mais simples e mais "acrescentadoras de interessância" do vestir. Acontece que os comprimentos de bermudas, saias e até calças subiram (às vezes bem pouquinho!) e as barras de blusas e camisetas desceram, pra compensar. Tipo assim: quando a barra da parte de baixo sobe, a barra da parte de cima pode descer - e o contrário também vale, com barra da parte de baixo descendo e barra da parte de cima subindo (alô tops curtos pra deixar pedacitos de barriga à mostra). A gente usa as linhas da virilha e do ossinho do quadril como referência (mas não é regra, é direção só).

E a gente parou pra pensar que essas proporções podem estar acontecendo assim por conta dos "novos sapatos" que a moda vem sugerindo que a gente use. De temporadas pra cá os sapatos têm gáspea mais alta e quase sempre cobrem (mointo) o peito dos pés, tipo botinhas ou super assandalhados cheios de tiras, não é mesmo? Pois quanto mais os pés são cobertos, mais curtas e grossas as pernas ficam - barras mais curtas deixam mais pele à mostra e ajuda a alongar. Não faz sentido?!?? Por conta dessas alturas diferentes a gente pode brincar com sobreposições e cores e texturas: vale coordenar jaquetas e cardigans em comprimentos diferentes pra criar mais pontos de atenção no look - clica pra lembrar desse post sobre porporções em que a gente mostrou um monte de referências! O mais importante de tudo é não deixar o look com dois blocos iguazinhos, em tamanhos equivalentes. Sempre uma parte do look (a de cima ou a de baixo) precisa aparecer mais, ocupar mais espaço na silhueta. E pronto!

A gente fez um videozito-tudo pro blog Combina com Você, pra mostrar na prática - e no provador! - como essas alturas "novas" funcionam. Clica pra ver que tá super explicadinho, de verdade. E a Cristi tá gravidíssima na tela, precisa ver. ;-)